abertura

Esse som não é jazz, não é bossa, não é latino.
Poderia estar numa prateleira de "world alguma coisa",
mas, antes de tudo, tem voz própria e única.
Cheio de janelas, um trem com voz feminina, mas no sentido mais macho.
Mulheres contemporâneas em corpo e som. Bem vindo!

This is not jazz, neither bossa, not even latino.
Could be in a "world something" shelf,
but, the most important, it has its own and unique voice.
Full of windows, a female voice train, but in a macho way.
Contemporary women in body and sound. Welcome!

Ana Fridman